Pesquisar este blog

terça-feira, 7 de julho de 2009

Curiosidade


Poluição Sonora

A poluição sonora ocorre quando num determinado ambiente o som altera a condição normal de audição. Embora ela não se acumule no meio ambiente, como outros tipos de poluição, causa vários danos ao corpo e à qualidade de vida das pessoas. O ruído é o que mais colabora para a existência da poluição sonora. Ele é provocado pelo som excessivo das indústrias, canteiros de obras, meios de transporte, áreas de recreação, etc. Estes ruídos provocam efeitos negativos para o sistema auditivo das pessoas, além de provocar alterações comportamentais e orgânicas.

A OMS (Organização Mundial de Saúde) considera que um som deve ficar em até 50 db (decibéis unidade de medida do som) para não causar prejuízos ao ser humano. A partir de 50 db, os efeitos negativos começam. Alguns problemas podem ocorrer a curto prazo, outros levam anos para serem notados.

Fontes de ruídos:
Ruídos nas Ruas: O trânsito é o grande causqador do ruído na vida das grandes cidades.
Ruídos nas Habitações: Condicionadores de ar, batedeiras, liquidificadores, enceradeiras, aspieradores, máquinas de lavar, geladeiras, aparelhos de som e de massagem, televisores, secadores de cabelo e tantos outros eletrodomésticos que podem estar presentes numa mesma residência.
Ruídos das Indústrias: Onde os dados estatísticos retratam fielmente a realidade é impressionante o número de operários que, nas indústrias, devido ao ruído, vêm sofrendo perda de audição devido aos barulhos constantes das máquinas.
Ruídos dos Aviões: A partida e a chegada de aviões a jato são acompanhadosas de ruídos de grande intensidade que pertubam sobremaneira os moradores das imediações e até mesmo para quem está perto dos aviões.

Como evitar:
É importante evitar locais com muito barulho, escutar música num volume de baixo para médio, não ficar sem protetor auricular em locais de trabalho com muito ruído, escutar walk man ou mp3 player num volume baixo, não gritar em locais fechados, evitar locais com aglomeração de pessoas conversando, ficar londe das caixas acústicas nos shows de rock e fechar as janelas do veículo em locais de trânsito barulhento.

Efeitos negativos da poluição sonora nos seres humanos:
- Insônia (dificuldade de dormir);
- Estresse;
- Depressão;
- Perda de audição;
- Agressividade;
- Perda de atenção e concentração;
- Perda de memória;
- Dores de cabeça;
- Aumento da pressão arterial;
- Cansaço;
- Gastrite e úlcera;
- Queda de rendimento escolar e no trabalho;
- Surdez (em casos de exposição à níveis altíssimos de ruído)

Limites de intensidade:
Ruído com intensidade de até 55 db não causam nenhum problema. A capacidade auditiva de um indivíduo pode limitar-se a 60%. Todavia, por ser ele ainda capaz de ouvir a própria voz e certos barulhos rotineiros, não se preocupa com a surdez. A perda total de audição pode acontecer se a pessoa fica sujeita diariamente, durante 8 horas seguidas, a sons com intensidade superior a 85 db, como os registrados em discotecas, fábricas de armamentos e aeroportos. O ruído de 140 db pode destruir totalmente o tímpano provocando o que se denomina "estouro do tímpano". Quando o nível de ruído atinge 100 db pode causar o "trauma auditivo" e a consequente surdez. Ao nível de 120 db, além de lesar o nervo auditivo, provocam no mínimo, zumbido constante nos ouvidos, tonturas e aumento do nervosismo.

Fonte: SEMA - Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Porto Velho/RO

Nenhum comentário: